segunda-feira , agosto 20 2018
Home / Sem categoria / Sincronismo eletrônico Motor 1.8 E.torQ EVO

Sincronismo eletrônico Motor 1.8 E.torQ EVO

O sistema de injeção eletrônica do motor 1.8 E.torQ EVO, do Renegade, está equipado com sensor de rotação e posição da árvore de manivelas CKP (CranKshaft Position) e sensor de posição do comando de válvulas CMP (CaMshaft Position). Essa clássica combinação de sensores, já conhecida pela reparação automotiva, permite que se realize a inspeção do sincronismo do motor por meio da análise dos seus sinais emitidos.

Para isso é necessário utilizar um osciloscópio automotivo com 2 canais. A ponta de prova do canal 1 deve ser inserida no borne 2 do terminal do CKP, correspondente ao sinal de posição da árvore de manivelas, enviado ao MC (Módulo de Comando do motor) pelo sensor. A ponta de prova do canal 2 deve ser inserida também no borne 2 do terminal do CMP, correspondente ao sinal de posição do comando de válvulas enviado ao MC pelo sensor.

Ao ligar o motor, os dois sinais são apresentados, instantaneamente, na tela do osciloscópio. São duas curvas de respostas que indicam a posição das árvores em relação aos sensores. No caso do sinal do sensor de rotação, a roda de excitação possui 58 dentes e uma falha correspondente a 2 dentes. No caso do sensor de posição do comando, a roda de excitação possui 3 dentes assimétricos. A figura abaixo apresenta as duas ondas de tensão enviadas pelos sensores.

O sincronismo eletrônico ocorre quando o décimo terceiro pulso do sinal do CKP, após a falha, coincide com o primeiro pulso do sinal do CMP, também após a maior falha. Se não houver coincidência, é necessário verificar o conjunto de distribuição, que envolve o tensor, as engrenagens e a corrente de distribuição. Especialmente nos motores que utilizam corrente, são mais raros o erro espontâneo de sincronismo, entretanto, a manutenção prévia incorreta pode ser causa da alteração no sincronismo. Os sintomas, que indicam que o motor está dessincronizado, vão desde marcha lenta irregular e perda de potência, até alteração nas emissões de poluentes.

Com venda expressiva, o Renegade, equipado com o motor E.torQ EVO despertou a curiosidade da equipe Mecânica 2000. Nesse clima de desafio, com um veículo moderno e motor com características também modernas, Mecânica 2000 enfrentou o desafio da realização da Mecânica 2000 Renegade. Então desmontamos um completamente. Item a item… O objetivo inicial era expor todo o chicote elétrico para fazer o levantamento do esquema elétrico ponto a ponto. Etapa que consome praticamente 1 mês de atividades, dependendo do volume de acessórios do veículo e dispositivos controlados. Isso, praticamente sem informações iniciais.

     

Depois, os diversos sistemas mecânicos são mapeados e desenhados de forma didática para visualização de todo o aparato de equipamentos do veículo. Inclusive o levantamento da curva de resposta dos componentes do sistema de injeção. Produto concluído, após 4 meses! Centenas de informações das mais variadas, em um manual de 174 páginas além de vídeos de treinamento.

     

Essa informação do sincronismo eletrônico do motor 1.8 E.torQ EVO e outras várias, você pode obter ligando 0800-0245628 (Ligação gratuita) e adquirindo o produto Mecânica 2000 Renegade. Conheça ainda a plataforma Mecânica 2000. www.mecanica2000.com.br. Todas as publicações e vídeos online para auxiliar no dia a dia da sua oficina mecânica.

 

Sobre Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *