segunda-feira , dezembro 10 2018
Home / Injeção eletrônica / Aprenda tudo sobre o sensor de oxigênio

Aprenda tudo sobre o sensor de oxigênio

O sensor de oxigênio, também conhecido como Sonda Lambda, exerce a importante função no motor de informar, ao Módulo de Comando (MC) do sistema de injeção, a concentração de oxigênio nos gases de descarga. Essa informação é utilizada para ajustar o tempo de injeção dos eletroinjetores, em função do estado atmosférico local, desgaste natural do motor e também, em veículos FLEX,  em função da proporção álcool/gasolina utilizada. É responsável pelo ajuste da massa de combustível injetada no motor, contribuindo para a redução do consumo de combustível e  controle de emissões de poluentes.

TIPOS DE SENSORES DE OXIGÊNIO

Sensores de banda estreita:

  • Sensor tipo Finger (dedo) com sensor cerâmico sob a forma de dedal.
  • Sensor tipo Planar, com sensor cerâmico plano com camadas intercaladas.

Sensores de banda larga:

  • Sensor tipo Planar com bomba de oxigênio e resistência de compensação.

 APLICAÇÕES DOS SENSORES DE OXIGÊNIO

Sensores de banda estreita:

Motores que operam com mistura homogênea na câmara de combustão. Incluem nessa categoria os sistemas de injeção indireta, ou direta homogênea.

Sensores de banda larga:

Motores que operam com mistura estratificada com grande variação da proporção ar-combustível, normalmente alto empobrecimento da mistura. Incluem nessa categoria os sistemas de injeção direta estratificados. Também podem ser utilizado em motores onde se deseja conhecer, sem saltos,  a concentração de oxigênio em faixa mais extensa de operação.

NÚMERO DE FIOS NO SENSOR DE OXIGÊNIO

Sensores de banda estreita:

  • 1 fio – Convencional (Finger)
  1. Sinal do sensor. O aterramento é feito na carcaça.
  • 2 fios – Convencional (Finger)
  1. Sinal do sensor.
  2. Aterramento do sensor.
  • 3 fios – Convencional (Finger)
  1. (Branco) Positivo do aquecimento da resistência de aquecimento.
  2. (Branco) Negativo da resistência de aquecimento.
  3. (Preto) Sinal do sensor.
  • 4 fios – Convencional (Finger)
  1. (Branco) Positivo do aquecimento da resistência de aquecimento.
  2. (Branco) Negativo da resistência de aquecimento.
  3. (Preto) Sinal do sensor.
  4. (Cinza) Negativo do sensor.
  • 4 fios – Planar
  1. (Branco) Positivo do aquecimento da resistência de aquecimento.
  2. (Branco) Negativo da resistência de aquecimento (PWM).
  3. (Preto) Sinal do sensor.
  4. (Cinza) Negativo do sensor.

Sensores de banda larga: (Bosch LSU 4.2)

  • 5 fios – Planar
  1. (Vermelho) Tensão Nerst – sinal do sensor.
  2. (Preto) Referência positiva – corrente de comparação.
  3. (Cinza) Positivo da resistência de aquecimento.
  4. (Branco) Negativo da resistência de aquecimento (PWM).
  5. (Amarelo) Referência negativa do sensor.
  6. (Verde) corrente de bombeamento. (Opcional)

IDENTIFICAÇÃO DOS SENSORES DE OXIGÊNIO DE BANDA ESTREITA

 Por meio da posição dos fios: (Vista da parte traseira da sonda)

Convencional (Finger): Fio branco cruzado

Planar: Fio branco paralelo

Por meio de inspeção visual:

Sensor de oxigênio convencional (Finger): (Grelha com aberturas laterais)

   

Exemplos de Sensor de oxigênio convencional em função do número de fios: (Grelha com aberturas laterais)

1 Fio

2 Fios

 

3 Fios

4 Fios

Sensor de oxigênio Planar: (Grelha com furos frontais ou de topo)

Grelha frontal

Grelha de topo

IDENTIFICAÇÃO DOS SENSORES DE OXIGÊNIO DE BANDA LARGA

 Por meio da posição dos fios:

Sensor de oxigênio de banda larga Planar: (Terminal do chicote)

Por meio de inspeção visual:

Sensor de oxigênio de banda larga Planar:

   

CARACTERÍSTICAS DA RESISTÊNCIA DE AQUECIMENTO

 Sensores de banda estreita convencional (Finger):

  • Resistência de aquecimento com valor entre 2 Ω a 8 Ω (Ohms) (Exceção do Toyota e Honda com 12 Ω a 14 Ω) (Fios brancos lado a lado).
  • Aquecimento realizado com tensão contínua com aterramento eletrônico.
  • Aquecimento requer aproximadamente 1 minuto.

Sensores de banda estreita Planar:

  • Resistência de aquecimento com valor entre 8 Ω a 12 Ω (Ohms) (Fios brancos cruzados).
  • Aquecimento realizado com tensão modulada (PWM).
  • Aquecimento requer 10 segundos.

Sensores de banda larga Planar:

  • Resistência de aquecimento com valor entre 3 Ω a 6 Ω (Ohms) .
  • Resistência do resistor de calibração com valor entre 30 Ω a 300 Ω (Ohms).
  • Aquecimento realizado com tensão modulada (PWM).
  • Aquecimento requer 10 segundos.

 EM CASO DE SUBSTITUIÇÃO DOS SENSORES DE OXIGÊNIO

Substitua pelo mesmo modelo de Sensor. Convencionais, planares de banda estreita e planares de banda larga não são intercambiáveis. Os fabricantes possuem catálogos de aplicações bem detalhados. Os principais fabricantes são BOSCH, MTE-THOMSON, NGK/NTK, DELPHI, DENSO. Detalhes desse e de outros sensores do motor podem ser obtidos por meio do manual de Sensores e atuadores Mecânica 2000. Saiba tudo sobre o sensor de oxigênio em: www.mecanica2000.com.br/produtos-serie/4/eletroeletronica.

 

 

Sobre Admin

Veja também

Osciloscópio: mais um desafio para o mecânico!

Não dá pra ver a eletricidade com os olhos!  O diagnóstico de falhas em sistemas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *